Os sete Sacramentos - Informativo Católico

Ir para o conteúdo

Menu principal:

OS  SETE  SACRAMENTOS
Dentro da fé católica, os sacramentos são gestos e palavras de Cristo que concedem graça  santificadora sobre quem os recebe.
A Igreja Católica tem sete sacramentos:
Batismo - é dado às crianças e a convertidos adultos que não tenham sido antes batizados validamente (o batismo da maior parte das igrejas cristãs é considerado válido pela Igreja Católica, contanto que seja feito "em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. A rigor, todo cristão pode, nessa fórmula, batizar validamente alguém. Entretanto, o batismo será ilícito, devendo o batizado ser levado na presença de um sacerdote, para que complete os rituais do sacramento, como a unção com a Crisma e com o óleo dos catecúmenos.
Confissão, Penitência ou Reconciliação - envolve a admissão de pecados perante um padre e o recebimento de penitências (tarefas a desempenhar a fim de alcançar a absolvição ou o perdão de Deus).
Eucaristia - (Comunhão) é o sacramento mais importante da Igreja. Por isso, recebe também o nome de Santíssimo Sacramento. É a crença de que, após a Consagração, o pão e o vinho oferecidos e consagrados se tornam realmente o Corpo e o Sangue de Jesus Cristo, sob as aparências de pão e vinho. Tal crença chama-se transubstanciação.
Confirmação ou Crisma - o Espírito Santo, que é recebido no batismo é "fortalecido e aprofundado" através da imposição de mãos e da unção com santo óleo da Crisma. Na maior parte das igrejas de Rito Latino, este sacramento é presidido por um bispo e tem lugar no início da idade adulta (na maioria das vezes, quando se completam 15 anos). Nas Igrejas Católicas Orientais o sacramento do Crisma é geralmente executado por um padre imediatamente depois do batismo.
Matrimônio - é o sacramento que valida, diante de Deus, a união de um homem e uma mulher, constituindo assim uma família. Segundo a tradição católica, com base no Evangelho de São Marcos, o casamento é indissolúvel. Só é permitido um segundo casamento no caso da morte de um dos cônjuges.
Ordens Sagradas -  recebem-se ao entrar para o sacerdócio, através da consagração das mãos com o santo óleo do Crisma e, no rito latino (ou ocidental), envolvem um voto de castidade enquanto que nos ritos orientais, os homens casados são admitidos como padres diocesanos, mas não como bispos ou padres monásticos. Em raras ocasiões, permitiu-se que padres casados que se converteram a partir de outros grupos cristãos fossem ordenados no rito ocidental. No rito ocidental, os homens casados podem ser ordenados diáconos permanentes, mas não podem voltar a casar se a esposa morrer ou se for declarada a nulidade do casamento. O sacramento das Ordens Sagradas é dado em três graus: o do diácono (desde Vaticano II um diácono permanente pode ser casado antes de se tornar diácono), o de sacerdote e o de bispo.
Unção dos enfermos - era conhecida como "extrema unção" ou "último sacramento". Envolve a unção de um doente com um óleo sagrado dos enfermos, abençoado especificamente para esse fim.


 
Copyright 2015. All rights reserved.
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal